Quem sou eu

Minha foto
Inspetor GCMR-PE, Especialista em Segurança Pública, Corporativa, graduado e licenciado em geografia

quinta-feira, 15 de março de 2012

Caso (Tiago Cardoso )


Caso (Tiago Cardoso )
Presidência da  Associação dos delegados de polícia de Pernambuco

Exmos. Srs. Delegados

Muito nos entristece o fato ocorrido, qual seja a prisão do Delegado Tiago e seus Agentes, vez que, dói muito um fato que atinge nossa instituição, sobretudo quando "cortamos na própria carne".

Contudo, o processo criminal existe para julgar e condenar ou absolver os acusados, não nos cabendo neste momento fazer qualquer ilação à respeito do mérito da questão, que será tratado pelo Inquérito Policial e posteriormente pelo próprio processo penal.

Contudo, não nos cabe também, neste momento, ficarmos inertes, silentes, quanto à possibilidade de um Policial, sobretudo um Delegado de Polícia ser encaminhado ao COTEL depois de ter mandado tantos presos para aquele mesmo local.

Isto não é uma questão de privilégios e sim de garantias. O Delegado TIAGO CARDOSO, até o momento é apenas investigado e não um condenado. Entendo que o mínimo que podemos fazer, é sermos solidários com o colega, evitando que abusos sejam cometidos contra a sua pessoa.

Não é aceitável nem razoável jogar um investigado à "cova dos leões". Se ele cometeu crimes que responda por isso, mas com todos os direitos e garantias que todo cidadão possui.
Por fim, não estamos aqui advogando pela impunidade ou corrupção, mas apenas pelo respeito aos direitos que todo ser humano, policial ou não, detém.

Palavra do Especialista em Segurança Pública:
O corporativismo está acima impunidade, aqui estão advogando pela impunidade e ou pela corrupção?  e logo se fala em respeito aos direitos humanos, só por ser policial, quando se trata do cidadão e não criminosos, cadê os direitos humanos.  COTEL  é o centro de detenção provisória e triagem.

Um comentário:

  1. POlícia protegendo bandido polícial aqui se advoga pela impunidade e pela corrupção, e logo se fala em violação aos direitos humanos, só por ser policial, quando se trata do cidadão e não criminosos, cadê os direitos humanos.
    COTEL é o centro de detenção provisória e triagem.lugar de bandido é na cadeia e ponto final.

    ResponderExcluir